Doular é amar, é doar e acompanhar.

terça-feira, 1 de março de 2011

VACINAÇÃO ANTITETÂNICA DA GESTANTE

É recorrente nossa falta de informação a respeito de legislação. Fiz uns recortes do Manual Técnico de Assistência Pré-Natal do Ministério da Saúde sobre o que preconiza na assistência Pré-Natal.


1º - Com relação á vacinação Antitetânica da gestante

É realizada para a prevenção do tétano no recém-nascido e para a proteção da gestante, com a vacina dupla tipo adulto (dT) ou, na falta desta, com o toxóide tetânico (Tf).

Gestante não-vacinada

Esquema básico: consta de três doses, podendo ser adotado um dos seguintes esquemas:

1ª Dose 2ª Dose 3ª Dose

Precoce 30-60 dias após 1ª dose 180 dias após 2ª dose

60 dias após 1ª dose 60 dias após 2ª dose

* Segunda dose deve ser aplicada até 20 dias, no máximo, antes da data provável do parto.

Reforços: de dez em dez anos; antecipar a dose de reforço se ocorrer nova gravidez em cinco anos, ou mais, depois da aplicação da última dose.

Gestante vacinada

Esquema básico: na gestante que já recebeu uma ou duas doses da vacina contra o tétano (DPT, DT, dT ou TT), deverão ser aplicadas mais uma ou duas doses da vacina dupla tipo adulto (dT) ou, na falta desta, com o toxóide tetânico (TT), para se completar o esquema básico de três doses.

Reforços: de dez em dez anos; antecipar a dose de reforço se ocorrer nova gravidez em cinco anos, ou mais, depois da aplicação da último dose.

Efeitos adversos mais comuns

Dor, calor, vermelhidão e endurecimento local, e febre.

Contra-indicações

A única contra-indicação é o relato, muito raro, de reação anafilática seguindo-se à aplicação de dose anterior.

Retirado do Manual Técnico de Assistência Pré-Natal / MS


http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd04_11.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário